segunda-feira, 15 de abril de 2013

Pai de Dinho, do Mamonas, vai processar Marco Feliciano


Hildebrando Alves, pai de Dinho, vocalista do Mamonas Assassinas morto em um acidente de avião em março de 1996, juntamente com os outros integrantes do grupo, entrará com um processo por danos morais, em Brasília, contra o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias na Câmara Federal, o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP).
Em conversa ao UOL, Hildebrando afirmou que a ação se deve às declarações de Feliciano durante um culto, em que ele afirmou que Deus teria matado os cantores depois de declarações de afronta a Deus.
Em vídeo, gravado em 1996 e divulgado recentemente na internet, o deputado afirmou que a morte de Dinho e dos outros integrantes do grupo Mamonas Assassinas foi causada por "ira divina":
"Como deputado tem foro privilegiado, entrarei ainda esta semana com uma ação em Brasília, junto ao advogado da nossa família. Não adianta eu tentar processá-lo aqui por São Paulo", contou Hildebrando, acrescentando que vai defender o filho. "Quando o Dinho estava vivo e uma revista falou dele, ele foi lá e rebateu. Agora ele não está mais aqui, mas estou e vou representá-lo".
UOL

0 comentários:

Postar um comentário